Conheça 10 passos do planejamento financeiro

O mais importante é ter a percepção de sua saúde financeira, acompanhando os resultados mês a mês.

Não existe uma receita pronta para o controle das finanças. Cada um deve encontrar o método que mais faça sentido no seu caso. O mais importante é ter a percepção de sua saúde financeira, acompanhando os resultados mês a mês.

Aqui, você confere 10 passos que ajudam a começar.

1º Passo: Defina sua meta

Sabendo claramente aonde quer chegar, fica mais fácil colocar seu planejamento em prática.

2º Passo: Faça a sua planilha de orçamento

Organize suas finanças. Comparar quanto você ganha com o quanto gasta é um bom começo

3º Passo: Sua receita é o ponto de partida

Para cuidar do seu orçamento, considere sempre sua receita líquida.

Ajuste seus gastos ao seu padrão de renda (quanto você ganha). Nunca o contrário!

4º Passo: Analise seus gastos

Considere os diversos tipos de despesas:

  • Fixas – acontecem com frequência certa e mesmos valores;
  • Variáveis – acontecem todo mês, mas você não consegue especificar o valor;
  • Extras – ocorrem às vezes, geralmente são emergenciais;
  • Invisíveis – você gasta seu dinheiro e nem percebe!

5º Passo: Observe os resultados com atenção

Se o seu orçamento apontar problemas, procure agir rápido: olhe para a situação como algo provisório, que pode sim ser solucionado. Nada de adiar suas decisões financeiras!

6º Passo: Procure rever os seus hábitos

Determine quais gastos devem ser eliminados e quais serão mantidos até que a situação se equilibre.

7º Passo: Monte sua estratégia

Seja disciplinado! Como em uma dieta, não seja radical, para que não desista antes de começar: seu esforço de poupar deve ser leve, eficiente e, principalmente, constante!

8º Passo: Seja um consumidor responsável

Crédito é um produto financeiro e, portanto, tem custos! Use-o com responsabilidade e procure não comprometer mais de 20% da sua renda líquida com carnês ou parcelas.

9º Passo: Monte sua reserva de emergência

Tente guardar o suficiente para cobrir as despesas por um período de três a seis meses. O ideal é que você guarde, mais ou  menos, 10% do seu salário, todo mês.

10º Passo: Planeje seu futuro

Quando a tarefa de poupar fizer parte da sua vida, é hora de pensar no futuro!  Começando cedo, o esforço de poupança torna-se menor.