Viver mais, planejar mais

A expectativa de vida do brasileiro cresce a cada ano e, com ela, cresce também a importância de um planejamento financeiro adequado a esta nova realidade. Afinal, a boa notícia é que você corre o risco de viver bem mais do que imagina.

Uma nova realidade

Ainda que você tenha contribuído a vida inteira para a Previdência Oficial, dificilmente este será o dinheiro que irá garantir a qualidade de vida tão sonhada, levando-se em conta seus desejos e necessidades. O caminho é se preparar para não sentir um impacto tão grande na renda.

Na longevidade, os hábitos de consumo também mudam. Embora nessa fase da vida os filhos devam estar encaminhados e financeiramente independentes, outras prioridades surgem. Seja com lazer ou saúde, o ideal é ter confiança de que não faltarão recursos. Isso exige esforço de poupança.

Como deseja viver no futuro?

Tente imaginar como desejaria viver ao se aposentar: abriria um negócio? Moraria no campo? Viajaria pelo mundo? Esses direcionadores ajudam você a alcançar seus objetivos

Tente imaginar como desejaria viver ao se aposentar: abriria um negócio? Moraria no campo? Viajaria pelo mundo? Esses direcionadores ajudam você a alcançar seus objetivos.

Alguns planos vão requerer uma reserva financeira maior, para complementar a previdência oficial, outros vão exigir menos disponibilidade de dinheiro. Mas em qualquer uma das situações, é importante que o planejamento comece o quanto antes.

Estratégias de longo prazo

Uma pessoa que se aposenta na casa dos 65 anos e que tem uma expectativa de viver até os 90 anos, por exemplo, precisa se planejar para viver bem por 25 anos quando parar de trabalhar ou optar por reduzir o ritmo das atividades.

Se atualmente suas economias estão direcionadas para compor reservas financeiras para objetivos de curto e médio prazo, por exemplo, comece a direcionar para a aposentadoria 100% da renda que recebe fora do salário mensal como: 13º salário, bônus, restituição do IR, terço de férias, horas extras etc.

Faça ajustes de rota

Ter disciplina e manter o foco é mais importante do que escolher a melhor estratégia de investimento, uma vez que aplicações de longo prazo pressupõem tempo suficiente para se recuperar de eventuais prejuízos decorrentes de escolhas erradas.

de tempos em tempos, reveja se a estratégia de investimento adotada é a mais adequada para garantir o futuro da maneira que deseja e faça ajustes necessários

Portanto, de tempos em tempos, reveja se a estratégia de investimento adotada é a mais adequada para garantir o futuro da maneira que deseja e faça ajustes necessários.

Se hoje é possível ter clareza nos planos para a carreira e futuro dos filhos, não esqueça que é preciso também pensar no futuro mais distante para garantir uma vida tranquila na melhor idade, sem limitações bruscas por simples falta de planejamento.